Com o crescimento de vendas de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões em 2018 se comparado a 2017, houve um crescimento de quase 14%, somente nos automóveis comerciais leves.

 

De acordo com a divulgação da Fenabrave com relação aos números do Renavam, o ano de 2018 terminou com 2,47 milhões de automóveis emplacados, sendo o melhor resultado desde 2015.

O sudeste do país continua sendo a região com mais consumidores de carros próprios de pequeno e médio porte, onde atingiu a mediana de vendas em 2018 com 53,04%.

Parte desse aumento (carros próprios) surgiu por conta de aplicativos de transporte de passageiro, como o fato da Uber, que no seu segundo trimestre subiu sua receita 63% com relação ao mesmo período ano anterior (2017), de acordo com os resultados divulgados pela própria empresa.

Enquanto o sudeste dispara com as vendas, o mesmo não ocorre com a região norte do Brasil, que termina o ano com a mediana de 5,035%.

Os automóveis acumularam 62,68% em Venda no segmento Varejo, enquanto Venda Diretas foram de 37,37%. E os comerciais leve em Venda Varejo 30,15% e Venda Diretas 69,85%, isso no mês de dezembro.

Já durante todo o período do ano de 2018, A Venda Varejo dos automóveis ficaram em 61,93% e a Venda Direta 31,07%.

E os comerciais leves durante o mesmo período de Venda Varejo concluíram um total de 29,23%, já as vendas Direta ficaram no total de 70,77%.

DIFERENÇA

O que diferencia uma Venda Direta de uma Venda Varejo é a identificação do emissor Nota Fiscal de venda. Se a emissão do CNPJ do emissor for de uma fabricante, será considerada como uma Venda Direta (originadas a partir de vendas corporativas).

Nas quais a montadora negocia, diretamente com grandes clientes como frotistas e/ou locadoras, ou em operações realizadas nas concessionárias como, por exemplo, vendas feitas para taxistas, produtores rurais, Pessoas com Deficiência, entre outros).

Já os demais tipos será considerada como uma Venda Varejo (que são mais suscetíveis às oscilações do mercado). Dentre os modelos mais vendidos de 2018 estão os automóveis e comerciais leves em Venda Direta estão: GM/ONIX, VW/GOL, FORD/KA, FIAT/STRADA, FIAT/TORO, VW/SAVEIRO.

E os Venda Varejo se encontram os veículos: GM/ONIX, HYUNDAI/HB20, FORD/KA, TOYOTA/HILUX, GM/S10, FIAT/TORO.

 

CRESCIMENTO

Também houve crescimento na venda de caminhões, que fechou no acumuldado do ano com o total de vendas superior a 76,400 mil, o que aumenta a quantidade de veículos que estarão nas rodovias brasileiras neste ano de 2019.

E os ônibus chegaram a 19,150 mil de vendas, sendo também maior que o ano de 2017.

O sul e o sudeste do país são onde podemos localizar as maiores vendas de caminhões, por conta das grandes indústrias acabarem se situando na maioria das vezes por essas regiões.

A participação de mercado durante o ano 2018 informa que as empresas Mercedes Benz e Volkswagen se encontram como as mais requeridas.

Tanto para a compra de caminhões quanto ônibus. Sendo as porcentagens de 29,16% para Mercedes Benz e 24,57% para Volkswagen no ranking de buscas. Estas sendo as quantidades para os caminhões.

Já os ônibus foram 58,48% para Mercedes Benz e 17,84% para Volkswagen.

 

Fonte: Consystem

Categorias: DSWArtigos

consystem

Entre em contato ! Estamos prontos para atendê-lo. comercial@consystem.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *