De acordo com o Sebrae, empresas de pequeno porte têm buscado sistemas de gestão de alta tecnologia para se tornarem mais competitivas.

As micro e pequenas empresas já perceberam que para serem competitivas no mercado é preciso investir em inovação e tecnologia, principalmente no que se refere a controle e gerenciamento.

De acordo com o Sebrae de Londrina, o número de empresas interessadas em informatização vem numa crescente.  As empresas que começam a se organizar, buscando maior competitividade, têm a necessidade de informações rápidas e confiáveis nas mãos.

Isso só ocorre com a implantação de sistemas gerenciais informatizados. Em contra partida, temos visto também o aprimoramento das empresas de TI no que se refere a atuação em nichos cada vez mais específicos, trazendo os sistemas a altos níveis de especialização setorial.

Segundo o Sebrae, os empresários não podem se dar ao luxo de tomar decisões erradas ou demorar muito para ter uma boa solução. Eles somente terão isso com bom sistema, equipamentos adequados e modernas técnicas de gestão.

Quando falamos que um empresário deve investir em inovação, logo vem na cabeça das pessoas, investimentos e alta tecnologia, robôs, softwares milagrosos, pesquisadores internacionais ou projetos mirabolantes, e não é nada disso. Por vezes, o investimento em um bom sistema de fluxo de caixa ou de gestão financeira pode ser a inovação necessária para a empresa.

Números

Um relatório da Confederação das Indústrias indica que só 36% das empresas brasileiras investem em inovação. “O Brasil tem que apoiar as empresas que estão dispostas a fazer desenvolvimento de inteligência artificial, para colocar nos processos de produção. Tem que ajudar as empresas a fazerem desenvolvimento em novos materiais, na biotecnologia, coisa nova. Mas a gente também precisa investir na difusão. A gente precisa se preocupar com a chamada disseminação das novidades”, comentou Roberto Vermulm, especialista em economia industrial e tecnologia, em entrevista ao Jornal Folha de S. Paulo.

Em entrevista ao jornal o Estado de São Paulo, Marcelo Amorim, ex-empresário e investidor do grupo Jacard, lembra que o tipo de tecnologia adequada varia de acordo com o tamanho e as necessidades das empresas, mas algumas são importantes para diversos portes de empreendimentos e áreas de atuação, como aquelas que facilitam a gestão de fluxo de caixa.

Uma boa gestão favorece resultados, melhora produtos e aumenta o número de clientes satisfeitos. De acordo com o Sebrae, existe um grande fluxo de empresas estrangeiras que vem ao Brasil para fazerem aquisições. Essas empresas buscam informações como qual a arquitetura do negócio, ou seja, como foi montado e como funciona; outra pergunta é de planejamento estratégico da empresa e por fim seu fluxo de caixa. Com essas informações eles tem realizado aquisições, fusões e investimentos nas nossas empresas.

Uma boa gestão do negócio terá bons números a mostrar o que implica, de certa forma, na permanência em um mercado cada vez mais competitivo no qual o concorrente não é mais só o vizinho.

A Consystem oferece soluções em gestão que permitem informatização, controle de fluxos de trabalho e integração das operações das áreas administrativas, financeira e comercial. Agende uma demonstração. Acesse nosso site consystem.com.br ou ligue (43) 3336-1817.

 

Fonte: Consystem

Categorias: DSWArtigos

consystem

Entre em contato ! Estamos prontos para atendê-lo. comercial@consystem.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *