Uma experiência de venda 100% digital. Da escolha do modelo e acessórios ao pagamento e negociação. A loja digital tem ainda um outro benefício custo operacional até 40% menos do que a concessionária tradicional.

Uma concessionária totalmente digital recheada de ferramentas de integração com o cliente como telas sensíveis ao toque para configuração do veículo desejado e óculos de realidade virtual para explorar qualquer modelo por dentro e por fora.

Parece coisa do futuro , mas essa concessionária já existe. Ela foi inaugurada pela Fiat na Avenida Pacaembu, região nobre de São Paulo. Na concessionária digital também existem carros reais em exposição (apenas três no caso) e especialistas humanos que podem ser chamados a qualquer momento. Estão disponíveis também modelos para test drive.
A grande vantagem da loja digitalizada é poder operar em espaço muito menor, não ter a necessidade de exibir quantidade grande de carros no showroom, já que todo o portfólio de produtos está dentro do ambiente virtual.

Segunda matéria divulgada pela Automotive Business, uma concessionária tradicional completa ocupa de 3,5 mil a 5 mil metros quadrados de área e custa cerca de R$ 2,5 milhões, perto de três vezes mais do que um ponto de venda digital de apenas 300 m2. Isso reduz drasticamente o investimento inicial para cerca de R$ 700 mil e o custo operacional é de 30% a 40% de uma concessionária tradicional.

Pequena no tamanho, grande no desempenho

Bem menor do que as concessionárias convencionais, a loja digitalizada pode ser instalada em regiões mais nobres e caras, que normalmente não têm espaço para abrigar uma concessionária grande. A vantagem é atrair um público com renda maior.

Desde que inaugurou, a concessionária da Fiat vendeu 14 veículos, sendo 11 picapes Toro (o modelo mais caro da Fiat), dois hatches Argo HGT (versão topo de linha) e apenas um Mobi – que sequer está exposto no pequeno show room que exibe só uma Toro, um Argo e um sedã Cronos. Um detalhe interessante: os 14 carros foram vendidos em um processo totalmente digital.

Segundo a Fiat, cada concessionaria digital tem potencial para comercializar o equivalente a 60 carros por mês, podendo chegar a 100. O desempenho se compara com as lojas tradicionais.

Experiência Digital

A escolha do modelo do veículos, configurações, acessórios e até o preço são definidos dentro do ambiente digital. A experiência digital começa em um totem de autoatendimento na entrada, onde possível comprador digita informações pessoais ( CPF, telefone e email) para geração de um QR Code que será a identidade digital do cliente, impresso ou enviado por SMS ao celular.

O código serve para interagir com todas as outras ferramentas digitais da concessionária, a começar pelas duas mesas com telas sensíveis ao toque de 43 polegadas, para configurar o modelo escolhendo cores, opcionais, acessórios e serviços extras, sempre tendo acesso ao valor total do carro configurado.

A terceira tela é responsável pelo pós-vendas, serviços, acessórios e customização, na qual o cliente pode personalizar seu veículo e adquirir serviços exclusivos. No interior da loja está disponível um espaço de realidade virtual, com óculos para visualizar em 3D qualquer carro da Fiat e seus diferentes acabamentos e versões.

No fim da experiência digital é possível agendar um test drive e chamar um especialista para fechar o negócio, que inclui financiamento ou negociação do usado como entrada. O carro pode ser entregue na própria loja onde foi comprado ou enviado diretamente à residência do comprador.

 

Fonte Consystem

Categorias: DSWArtigos

consystem

Entre em contato ! Estamos prontos para atendê-lo. comercial@consystem.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *